• Rafaela Segarra

4 º Chakra: Cardíaco – Capacidade de amar

Atualizado: Jun 23









Nome em Sânscrito: Anahata

Localização: coração

Cor de ressonância vibratória: Verde (coração) ou rosa (timo)

Corpo Áurico: Astral

Glândulas: Timo

Elemento: Ar

Nota Musical:

Mantra: Yam

Nº de pétalas: 12

Governa: coração, pulmão, braço, sangue, sistema circulatório e imunológico




Como o próprio nome indica, fica localizado na região do coração. É o chakra do amor universal, não me refiro a paixões e estes sentimentos mais avassaladores que estão relacionados com o 2º chakra (ver aqui), refiro-me ao amor incondicional, puro, um sentimento mais elevado, mais sutilizado, o Amor desinteressado, a Fraternidade, a Simpatia pelas dores e alegrias dos outros, o Altruísmo, o Sacrifício.


Este Chakra está profundamente relacionado com o Amor, pois é nele que se opera um trabalho alquímico onde a Energia Sexual, que sobe como Kundalini, une-se com o Amor Divino, que desce como Fohat, tornando este centro a sede de Kundalini no final da sua ascensão. É o chakra do meio, cuja uma de suas funções é interligar os 3 principais chakras abaixo, mais ligados ao plano terreno e 3 principais acima, mais ligados aos planos espirituais.


Está ligado à glândula timo, cuja função é controlar e manter funcionando o sistema imunológico e a produção de anticorpos para nosso organismo, fica localizado bem ao centro do peito. Por isto, quando a emoção está em alta sentimos aquele aperto no peito ou aquela falta de ar. Permite ao homem, em sua consciência física, sentir as alegrias e tristezas dos seus semelhantes, inclusive o de atrair para si, por amor, os sofrimentos de outrem. Esta glândula é muito desenvolvida nas crianças, mas vai se atrofiando à medida que chega à puberdade. Daí o sentido das palavras de Jesus, o Cristo, quando disse “deixai vir a Mim as criancinhas”, o que significa que só os puros de coração se aproximam do estado Crístico.


Este Centro estimula a atividade mental pela sua influência sobre o cérebro. O Chakra Cardíaco recebe o raio de cor amarela provinda do Chakra Umbilical. Esta energia amarela ouro, após passar pelo Cardíaco, dirige-se ao cérebro e ao Chakra Coronal.


Com o despertar do Chakra Cardíaco, o homem terá a faculdade de sentir em si toda a dor, alegria e tristeza do seu semelhante, participando amorosamente de seus infortúnios e fortúnios. Através da Meditação, encontrará nesse Santo Lugar o seu Mestre Interno a quem passará a ouvir sempre.


Quando em equilíbrio


Conseguimos ver a beleza e o amor nas pessoas e funções que exercemos, temos mais equilíbrio das emoções, gera amor incondicional, bondade, capacidade de perdoar, altruísmo, compaixão, confiança, esperança. O sistema imunológico fica mais forte e ativo. Há uma harmonia na vida material e espiritual. Adquirimos uma respiração melhor e, com o tempo, desenvolvemos ações compassivas, ajudando na harmonia dos relacionamentos. Vemos o amor, que temos dentro de nós, no outro.


Quando em desequilíbrio


Pode gerar sentimentos de egoísmo, ressentimentos, incapacidade de amar (não estou falando de paixões) e se relacionar, podendo ocasionar isolamento. Pensa somente em o quanto é infeliz. Est