• cantinhoananda

Entendendo os Florais de Bach

Atualizado: há 5 dias

Este texto foi escrito com o objetivo de informar ao leitor sobre a importância dos remédios vibracionais, como eles atuam e para que servem. O enfoque será nos Florais de Bach.


Hipócrates desenvolveu, entre os séculos IV a.C. e V a.C., na Grécia Antiga, uma criteriosa análise das patologias que afetavam os seres humanos. O pensamento médico de Hipócrates se aproximou de culturas primitivas que se valiam do xamanismo, por exemplo. Para ele, o corpo humano quando se desconecta da natureza, cria uma desarmonia. E então a doença tornava-se aparente. Ele dizia “quando adoecemos é preciso mudar nosso modo de vida, não há cura sem esforço mental e espiritual”, e também “que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”.


Platão, filósofo grego que viveu por volta de 400 a.C., disse que "o maior erro que os médicos cometem é procurar curar o corpo sem tentar curar o espírito; no entanto, a mente e o corpo são uma coisa só, e não devem ser tratados separadamente".


Paracelso, médico que viveu por volta do ano de 1500 na Suiça, deixou alguns livros, dentre eles um intitulado As Plantas Mágicas, ele dizia “A medicina se fundamenta na natureza, a natureza é a medicina, e somente naquela devem os homens buscá-la. A natureza é o mestre do médico, já que ela é mais antiga do que ele e ela existe dentro e fora do homem”, e também “A natureza é a causa e a cura das doenças.”


Estas três personalidades da Antiguidade estão falando de forma bem clara duas coisas:

1. Estamos conectados de alguma forma com a natureza e ela nos proporciona saúde;

2. Temos algo além do físico, devemos também olhar para nosso mental para curarmo-nos.


Gripe, febre, sarampo, dor de cabeça, tumores são exemplos de doenças que médicos já estão acostumados a tratar. Agora a ênfase está no que se chamam de doenças psicossomáticas. Para isto, é preciso analisar diretamente campos além do corpo físico, como o emocional e o mental.


Conforme o documentário da Netflix Heal – O Poder da Mente, 90% das doenças são ocasionadas por estresse, não somente o estresse emocional mais conhecido, mas também o estresse de bactérias, vírus e outros casos, enfraquecendo, assim, o sistema imunológico.

É curioso notarmos como estas doenças têm se alastrado rapidamente por todo o globo e como estamos cada vez mais distante da natureza. As crianças hoje já não andam mais em terra, nem sobem mais em árvores, o que comemos ou é feito em indústrias ou já vem com agrotóxicos e outros tipos de contaminações. Tomar sol ficou raro. A correria das grandes cidades pede que nos robotizemos cada vez mais.


O retorno à natureza se faz necessário para uma vida com mais qualidade.


Uma reportagem recente na televisão me chamou atenção, o médico do Graac, Sérgio Petrilli, disse “Eu não acredito em doenças mentais. O que é chamado de doença mental é uma perda de conexão com a natureza e uma desconexão com as artes. Isso não é doença, é um problema social”. Novamente retornando à abordagem da natureza, da contemplação à arte, e não estamos mais na Antiguidade. Trata-se de um tema bastante atual.

Dr Bach defende a ideia que por muitos anos a medicina tem tratado apenas a doença do corpo, a parte física do desequilíbrio, sem considerar o paciente como um todo, alguém dotado também de um campo energético, emocional, mental e espiritual, assim como também defendia Platão. E foi buscar a cura para isto na natureza, por meio das plantas e flores silvestres.


Ele falava que a doença física se revela, então, como um sinal que o corpo está dando para corrigir este desequilíbrio do corpo mais sutil. A doença é o chamado da Alma para nos trazer compreensão. É o resultado do mau pensamento e da má ação e cessa quando estes são corrigidos. Quando a lição da dor e do sofrimento é aprendida, não há mais necessidade da doença e ela desaparece, deixando-nos livre para seguir com nossa evolução, ideia muito semelhante da de Hipócrates.


Os exemplos a seguir deixam esta explicação mais clara: se você sofre de enrijecimento de um membro ou junta, pode acreditar que possui enrijecimento mental, que está sustentando alguma ideia não correta; se sofre de asma ou alguma outra dificuldade respiratória é porque está sufocando outra personalidade; problemas no olho indicam dificuldade em enxergar algo que está na sua frente; no ouvido, em escutar algo, etc. Estes exemplos estão no próprio livro do Dr Bach e você encontra um estudo, de diferentes autorias, bastante complexo e completo na Metafísica da Saúde.


A doença trata-se, portanto, de uma oportunidade para acelerar nossa evolução e nos corrigirmos com o intuito de evitar que deparemos com desequilíbrios e danos maiores. É também uma forma de enxergarmos que precisamos voltar para nosso caminho da Alma, para nosso equilíbrio.


As flores têm vibração. Dr Bach, com seu lado intuitivo, detectou a vibração de algumas e, assim, produziu os Florais. As vibrações das flores silvestres, que estão na natureza, passam para dentro de nós quando fazemos o tratamento com as essências Florais.


O uso da terapia Floral, juntamente com as terapias energéticas como o Reiki, Barras de Access, Cromoterapia, Litoterapia e outras, tornaram-se então um meio de ajudar as pessoas a reencontrar seus equilíbrios emocionais e mentais. É um ótimo meio de nos conectarmos de alguma forma com a natureza e, assim, nos reequilibrarmos emocionalmente, nos ajudando com o tratamento das doenças psicossomáticas e situações ou acontecimentos em nossa vida.


Gostaria de experimentar? Agende uma sessão.


Gratidão,


Rafaela Segarra

Terapeuta Complementar

(11) 94961.0123

www.cantinhoananda.com.br

0 visualização

(11) 94961-0123

R. Itapeva, 202 - sala 62 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01333-000, Brazil