• cantinhoananda

Só por hoje, não se irrite.

Atualizado: 5 de Dez de 2019

Este texto fala sobre o primeiro princípio do Reiki. Ler texto anterior aqui.


A raiva é uma emoção muito difícil de ser controlada, pois ela aparece de forma repentina. Conforme o filósofo estoico romano Sêneca, que viveu por volta de 50 d.C., “a ira é a mais terrível e furiosa das emoções.” Não é à toa que ela está dentro dos princípios do Reiki.


Masaru Emoto, cientista japonês que publicou o best seller “Mensagens da água – Para uma Vida Saudável”, através de fotos, provou a influência do meio, dos sentimentos e das palavras sobre as moléculas de água. Emoto ensina que a água reflete a emoção das pessoas como um espelho. Em seu experimento, ele armazenou alguns recipientes de água com rótulos de palavras como “amor”, “gratidão”, “ódio”, “inveja”, e então analisou as partículas. A conclusão foi: “Sentimentos como raiva, ansiedade, medo e ressentimento distorcem, de forma feia, a molécula de água e registram nossa energia de maneira negativa. Setenta por cento do nosso corpo e 93% do nosso cérebro são formados de água. Assim, os bons pensamentos nos afetarão fortemente, e os pensamentos felizes vão fortalecer nosso sistema imunológico.” Comprova-se, assim, que a raiva fere a saúde da própria pessoa que possui esta emoção.


Como se sabe, o homem é o único ser dotado de pensamento racional. Ao nos irritarmos, é como se estivéssemos focando nossa emoção ao Eu-animal, voltado para o instinto, e não ao Eu-humano, voltado para a racionalidade.


Aristóteles, filósofo grego que viveu por volta de 350 a.C, define a raiva como “um desejo, acompanhado de dor, de vingança percebida, em razão de uma desconsideração percebida em relação a um indivíduo ou seu próximo, vinda de pessoas das quais não se espera uma desconsideração”.


O filósofo estoico romano Marco Aurélio, que viveu por volta de 150 d.C., disse “Considere que os homens farão as mesmas coisas, mesmo que você se irrite. Este é o ponto principal: Não se perturbe, porque todas as coisas estão de acordo com a natureza do Universal.”


Sêneca não considerava a ira como uma explosão irracional e incontrolável. Na visão dele a raiva é criada quando expectativas são frustradas. Devemos ser mais realistas, aceitando o mundo como ele é, e não como gostaríamos que ele fosse.


Aristóteles, Marco Aurélio e Sêneca tiveram um ponto em comum quanto à raiva: todos consideravam que houve uma expectativa frustrada, um desejo não atendido.


Platão, certa vez, atingido pela raiva, quase agrediu um escravo. Quando ia agredi-lo, ele conseguiu domar seu instinto impulsivo, atitude de um grande sábio, como era. Depois disse ao escravo: "Estás livre porque não pode ser senhor de ninguém quem ainda não é completamente senhor de si mesmo". Ou seja, mesmo ele, dotado de grande sabedoria, disse que ainda não era senhor de si mesmo.


Portanto, se irritar ainda está dentro da condição humana. Porém, se esforçar para adquirir o controle desta emoção, é um grande passo para a própria evolução do ser. Entender que tudo está de acordo com a natureza do Universo é entender que tudo o que acontece gera um retorno (Karma) que nos direciona para nosso caminho da alma, do centro, do destino (Dharma). A pessoa com raiva quer que as coisas aconteçam conforme seu desejo, e não conforme a Lei Universal. Trata-se de um querer egoísta.


Assim como Platão, se não podemos mudar certos acontecimentos ou pessoas, podemos mudar a nossa atitude diante dos problemas ou situações inevitáveis. E está aí o grande diferencial da raça humana, a vantagem que temos sobre os animais: somos dotados de razão. Esta razão nos dá um trunfo, a capacidade de perceber o que podemos e o que não podemos mudar. É esta liberdade de pensamento, para Sêneca, que nos distingue como humanos.


Expectativas sempre vamos ter. Iremos nos frustrar muitas vezes, mas espero que, após este texto, você consiga usar mais a sua liberdade de raciocinar antes de agir instintivamente. “Contra a raiva, procrastinação”, dizia Sêneca, ou seja, quando a raiva vier, se cale, faça uma pequena pausa, apenas respire, até que ela se vá.


Medite sobre este princípio do Reiki.


Ler próximo Princípio.


Espero ter contribuído com mais conhecimento sobre a terapia Reiki. Se gostou, peço por gentileza que compartilhe.


Grata,

Rafaela Cristina Gomes Segarra

Terapeuta Complementar

(11) 94961.0123

www.cantinhoananda.com.br

0 visualização

(11) 94961-0123

R. Itapeva, 202 - sala 62 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01333-000, Brazil