• cantinhoananda

Só por hoje, não se preocupe.

Este é o segundo princípio do Reiki.


De acordo com o Manual da Terapia Reiki de 1974 da Usui Reiki Ryoho Gakkai (Associação fundado por Mikao Usui) e descrito no livro Reiki, As Respostas da Usui Reiki Ryoho Gakkai do mestre Jhonny De’Carli, “Este não se preocupe, refere-se a preocupações desnecessárias. O medo tem o poder de chamar, e a preocupação tem o poder de atrair. Se você chamar, com certeza virá. Digamos que é sábio se esforçar para não se preocupar. Preocupar-se sem nada ter acontecido é considerado como ansiedade, medo irracional sem motivo ou causa. No mundo, existem muitas pessoas que se preocupam desnecessariamente. A preocupação, praticamente, quebra a paz de espírito, engana o raciocínio sereno, porque nos faz faltar a esperteza, faz com que a cabeça não seja capaz de compreender uma coisa boa e nos inibe a coragem de realizar. Portanto, o ser humano, pelo próprio aperfeiçoamento espiritual, necessita de muito esforço para evitar a preocupação.”


Helena P. Blavastsky, importante filósofa, escritora e teósofa do séc. XIX, escreveu em seu livro Ocultismo Prático: "A tristeza não é um mal. Não te queixes; aquelas coisas que parecem ser obstáculos e sofrimentos muitas vezes são, em realidade, os misteriosos esforços da natureza para te ajudar em tua obra se tu puderes lidar com eles de modo apropriado. Considera todas as circunstâncias com a gratidão de um aprendiz. Toda queixa é uma rebelião contra a lei de progresso. Aquilo que deve ser evitado é o sofrimento que ainda não chegou. O passado não pode ser modificado ou corrigido; aquilo que pertence às experiências do presente não pode e não deve ser afastado; mas o que deve ser evitado são as preocupações antecipadas ou temores pelo futuro e cada ato ou impulso que possa causar sofrimento presente ou futuro a nós mesmos ou aos outros."


Sri Ram, filósofo, escritor, teósofo, ensaísta, maçom, quinto presidente da Sociedade Teosófica, em seu livro Em busca da Sabedoria escreve que “Se estivermos tão preocupados com as nossas próprias ideias, vivendo de forma sempre igual ou em um meio sonho, naquele estado de ignorância que se diz ser a felicidade perfeita, então separamo-nos da corrente principal da vida e estaremos fora de contato com a sua realidade. A senda é penosa de ser trilhada, mas ela nos muda completamente, tornando a nossa vida diária uma experiência totalmente diferente daquilo que costuma ser.”


Ou seja, a preocupação é uma pré-ocupação da mente, um sofrimento sobre algo que ainda não aconteceu, uma fuga da realidade que quebra a paz de espírito. Sri Ram nos dá uma dica sobre como trabalharmos para minimizarmos estes pensamentos viciosos de preocupação. Ele falava que precisamos de vez em quando nos retirarmos para reflexão, para nos autoexaminar e analisar nosso propósito na vida. Desta forma, ocuparemos nossa mente com o que realmente importa. Nos dias de hoje, com a variedade de informações absorvidas diariamente, é uma grande sabedoria minimizar o que não é relevante. Com que frequência você se retira com o propósito de autoanálise?


Medite sobre este segundo princípio do Reiki.


Ler 1º Princípio.


Espero ter contribuído com mais conhecimento sobre a terapia Reiki. Se gostou, peço por gentileza que compartilhe.


Grata,

Rafaela Cristina Gomes Segarra

Terapeuta Complementar

(11) 94961.0123

www.cantinhoananda.com.br

0 visualização

(11) 94961-0123

R. Itapeva, 202 - sala 62 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01333-000, Brazil